A PEDIDO

Regina Menezes Loureiro

O sol ainda luzente...

Sonhos, sensações explodem em festa.

O ar silente abre espaço ao fogo eterno dos amantes.

Anoitece.

Todos se foram...

Só eu e você.

Estremeço ao pensar em seu olhar perfeito cheio de desejos que me levam ao paraíso. Nos carinhos sem fim em gestos que se juntam, promovem instantes, aproximam eternidades.

Sinto universos em poucos segundos de êxtase.

Amo. Sinto um amor fogoso

Sinto você, sua respiração, seu calor envolvente que me faz enrubescer.

Mãos nervosas passeiam... de meu corpo fazem brinquedo.

A noite amanhece em mim.

Estremeço ao pensar em lhe tocar....

Imagino cada coisa enquanto imagino você. Não me importo em acordar cansada e só.

Ou ficar até o fim do dia decorando a sua geografia em carne e osso.

Sem aquelas marcas no pescoço que me fazem levitar, acordo.