CRESCIMENTO

Jamais deixarei o tempo levar

as lembranças

da minha terra natal.

O cheiro do mato,

o canto da passarada

as águas cantantes

do ribeirinho.

As manhãs radiosas

a brisa refrescante

que vinha dos laranjais.

Relíquias valiosas

são lembranças recheados

de muito amor e carinho.

Sem adulterar estes sentimentos

dobro a esquina

acompanhando os novos acontecimentos,

processos rápidos de evolução.

Valorizo o tempo, a vida.

Em termos pessoais.