MINHA CIDADE

Minha cidade cresceu nas trilhas do café, e até hoje é o seu produto de maior relevo.

A história dessa cidade está intimamente ligada à garra de seus habitantes, inclusive àqueles imigrantes que vieram de outras paragens.

Participantes assíduos dos principais eventos ali realizados formavam a comunidade.

A cidade possui escolas, clubes recreativos e esportivos e várias outras atrações de lazer.

As Festas comemorativas realizadas com frequência, contam com a presença de grupos locais, e seu carnaval era alegre e descontraído.

É intensa a religiosidade de seu povo.

No mês de maio, a festa era em louvor a Nossa Senhora da Boa Família e envolvia todos os moradores dos arredores. As Ladainhas eram realizadas com profunda emoção, seguidas das quermesses que se estendiam até altas horas.

O prazer de ver as prendas, desde bolo confeitado até garrotes e novilhas bem nutridos, resultavam em bela confraternização.

No encerramento, uma procissão atravessava a Cidade.

O andor com a imagem de Nossa Senhora era conduzido por representantes de autoridades locais. O povo acompanhava contrito, a pé, até a Igreja, no alto da colina e a imagem sacra era coroada por crianças da comunidade, lindamente vestidas de anjos, entre cantos, flores e luzes.

É uma pena que em nossos dias, por razões diversas, festa assim não seja realizada com tamanha religiosidade.