UM ACAMPAMENTO

A barraca foi armada com esforço de todos, em um campo à beira mar.

A natureza tinha brilho de esmeraldas.

Os pássaros arredios voavam ligeiros para um novo regressar. Não resiste às frutas deixadas displicentemente por nós em tronco da aroeira.

Há vento nas flamboayants, vento que vem do mar. Um vento frio que invade a tenda. Um frio de tédio, de solidão.

Eu quero vida, eu quero sol.

De repente, raios de sol pelas frinchas das folhas me atingem plenamente, com força misteriosa borrifando meu corpo, envolvendo de paz, calor e vida.

Na magia deste entreter,

Uma música suave traz

Sensações de bem estar que se casam com o romantismo

Deste primoroso lugar.

Cada momento foi um desfrute

Evolutivo de emoções.